Bebeto é exonerado da Casa Civil a pedido. Seria ele candidato ou o Vice de Marão?

O governador Rui Costa (PT) exonerou, a pedido, o ex-deputado Bebeto Galvão (PSB) do cargo de assistente especial da Casa Civil. O desembarque do posto foi oficializado por meio de publicação no Diário Oficial do Estado deste sábado (15).

Com a exoneração, Galvão fica habilitado a participar ativamente das eleições municipais em Ilhéus, Litoral Sul, que acontecem no próximo mês de novembro. O BNews procurou o ex-deputado para comentar o fato.

Foto: Reprodução rede social

“Sou um homem que faço política desde sempre. Considerando que o partido apresentou a minha pré-candidatura a prefeito, e o prazo eleitoral que enceraria ontem [sexta-feira,14], para a descompatibilização, pedi a minha exoneração ao governo, como sempre, me colocando a disposição do partido”, disse a reportagem.

Galvão acrescentou que a legenda pode construir uma candidatura própria ou tentar um entendimento na cidade com outros partidos da coalizão liderada pelo governador. Questionado se o pedido de exoneração significa que ele é opção de vice para a chapa do atual prefeito Mário Alexandre (PSD), o Marão, ele disse que “não existe construção nesse sentido”. 

“Não foi com esse intuito que saímos – com qualquer tipo de premeditação para formar chapa. Ninguém disputa candidatura a vice, né? Eu jamais precisaria disputar uma candidatura a vice. Essa não foi a razão”, garantiu.

Galvão, atualmente suplente do senador Jaques Wagner (PT), acrescenta que o PSB tem com meta, para cidades com mais de 100 mil habitantes, disputar cargos no Executivo. 

“Estamos construindo um entendimento dentro da base, avaliando a nossa caminhada, a caminhada de cada um dos partidos. Para, ao final, tentar construir, se possível, o entendimento. Se não for possível, respeitaremos a autonomia de cada uma das legendas”, concluiu.

Fonte: BNews

1 Shares: