“Atirou para matar!” Diz análise preliminar sobre disparos do BOPE contra o Sd. Wesley

O laudo da perícia deve ficar pronto em até 15 dias, e deve ser anexado ao processo.

Análises preliminares indicam que os disparos efetuados pela polícia contra Wesley Soares Góes, PM morto na Barra, foram “para matar”, não para neutralizar, de acordo com os peritos contratados pela família do policial.

A perícia particular realizou uma reconstituição dos passos de Wesley no Farol da Barra, local do fato, na tarde desta terça-feira (13). Segundo o perito Eduardo Llanos, a perícia já sabe qual foi a trajetória dos tiros e a posição dos atiradores.

“Já sabemos como foi toda essa dinâmica, já sabemos que os disparos foram feitas pra matar, e não pra reduzir, e que o excesso foi desnecessário, em cima de uma pessoa que, no primeiro disparo, já veio ao chão”, afirmou em entrevista ao BNews.

“O fato dele atirar para o ar não significa que ele vai matar alguém”, acrescentou, sobre a versão da polícia de que Wesley disparou contra a guarnição que negociava com o PM. 

Um vídeo mostra o momento em que o policial em suposto surto atira a poucos metros dos agentes. No chão, ele chega a efetuar alguns disparos. O laudo da perícia deve ficar pronto em até 15 dias, e deve ser anexado ao processo.

Fonte: https://www.bnews.com.br/

5 Shares: